Regata-Lagoa_Rodrigo_de_Freitas-out-16

Federação de Remo do Rio apresenta instalações do primeiro CT de Remo do Brasil

O presidente da Federação de Remo do Rio (FRERJ), Paulo Carvalho, apresentou neste sábado (11), as instalações do primeiro Centro de Treinamento de Formação e de Alta Performance de Remo e Pararemo do país, numa área dentro do Estádio de Remo da Lagoa, um projeto inédito que visa detectar e formar atletas com potencial para competir a nível internacional, além de oferecer suporte técnico e infraestrutura adequada aos clubes e instituições esportivas para treinamentos e para melhorar a participação dos remadores em competições.

O CT de Remo estará disponível para ser utilizado pelos atletas daqui a dez dias e contará com sala de musculação com aparelhos de última geração, material esportivo para competição, salas de avaliação médica e fisioterápica, dormitórios, copa/cozinha, remoergômetros, simuladores, analisador de lactato e tudo que for necessário para o melhor funcionamento do espaço.

“Nosso objetivo principal é proporcionar aos atletas, treinadores e preparadores técnicos um local adequado para treinamento de alta performance para que nossos remadores possam competir de igual para igual com os adversários mais fortes. Vamos promover a divulgação do remo como atividade escolar recreativa e incentivar a integração com os municípios do Estado do Rio, além de fomentar o intercâmbio com atletas estrangeiros”, explica Paulo Carvalho.

O projeto pioneiro funcionará na área do Estádio de Remo da Lagoa que foi reformada para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. “O CT contará com todo legado deixado pela olimpíada como raia Albano, quatro catamarãs, rampa partidor, flutuadores e as garagens dos barcos. Nada disso estaria acontecendo sem o apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Rio e da SUDERJ”, acrescenta o presidente da FRERJ.

O Centro de Treinamento já conta com a parceria do Laboratório de Fisiologia do Exercício Experimental e Aplicada da Universidade Federal Fluminense (UFF), que será responsável por toda a parte médica e fisioterápica do espaço. O protocolo de intenções foi assinado pelo presidente da FRERJ e pelo coordenador o laboratório da UFF, professor-doutor Pedro Paulo da Silva Soares, durante a apresentação do projeto.

“Colocaremos nossa infraestrutura e pessoal à disposição do centro de treinamento, provendo intercâmbio científico e a realização de projetos de pesquisa e de cooperação técnica, além de apoio à execução do projeto critérios de desempenho e treinamento físico nas condições ambientais do Rio de Janeiro”, declara Pedro Paulo Soares.

Estavam presentes representantes e atletas dos principais clubes do Rio, Botafogo, Flamengo e Vasco da Gama. Entre eles, Edson Figueiredo, gerente de remo do Flamengo, que ressaltou a importância do CT: “A construção de um centro de treinamento de primeiro mundo como esse significa que o remo nacional vai dar um grande salto de qualidade. Em toda América Latina não tem nada parecido. Parabéns a Federação de Remo do Rio que está à frente do projeto”.

 

Jornal do Brasil – Esportes – 11/02/2017